Os Pescadores

Autor: Raul Brandão

Editora: Ulisseia

Data/Edição: s/d

Nºde Páginas: 180 págs

Estado de conservação: Usado.

Preço: 5€

Sinopse:

António Sérgio chamou a Os Pescadores “um longo monólogo interior, donde se elevam de espaço a espaço alguns trechos hamléticos de humanidade.”

“Mesmo considerando Os Pescadores, como o fez João Pedro de Andrade, o ‘anverso luminoso da obra nocturna do seu autor’, não está ausente desta obra a sombra…pois sombra e luz são as duas visões que nos conduzem ao seu âmago.

(…)São na base uma viagem ao longo da costa portuguesa, de Caminha a Sagres, passando pela Foz do Douro, berço natal ao autor. Esta viagem é descrita por um ‘eu’ que observa, analisa, e se vai lembrando, transfigurando a paisagem exterior na paisagem interior e depurada da memória: ‘a própria paisagem só depois que a perdi é que a entendi bem, talvez porque a amo mais.’; ‘A vida passa e um momento da vida não passa mais – transforma-se, E a aproximação da morte reveste-o de outra cor. Por isso agora vejo tudo cada vez mais nítido…’ (“Foz do Douro”, Junho 1921)”

Isabel Pascoal na Introdução