Vitória 2

Vitória

Autor: Joseph Conrad

Editora: Ulisseia

Nº Páginas: 402

Data: 2014

Estado de Conservação: Usado, ligeira rasura na contracapa e desgaste nas arestas das orelhas

Preço: 12€

Submissão 4

Submissão

Autor: Michel Houellebecq

Editora: Alfaguara

Nº Páginas: 263

Data: 2015 (3ª edição)

Estado de Conservação: Usado. Bom

Preço: 14€

Jacques, O Fatalista 6

Jacques, O Fatalista

Autor: Denis Diderot

Editora: Tinta da China

Nº Páginas: 295

Data/Edição: 2014 / 1ª Edição

Observações: Tradução de Pedro Tamen. Prefácio de Eduardo Prado Coelho. Possui Nota Biográfica

Estado de Conservação: Usado. Bom

Preço: 11€

Vasto Mar de Sargaços 8

Vasto Mar de Sargaços

Autor: Jean Rhys

Editora: Bertrand

Nº Páginas: 171

Data/Edição: 2009 / 1ª Edição

Observações: Vencedor do “Royal Society of Litterature Award” e do “W. H. Smith Award”. Edição Esgotada no editor.

Estado de Conservação: Usado. Bom

Preço: 12€

A Casa da Morte Incerta 12

A Casa da Morte Incerta

Autor: Albert Cossery

Editora: Antígona

Nº Páginas: 187

Data/Edição: 2001 / 1ª Edição

Observações: Tradução de Ana Margarida Paixão. Esgotado no Editor

Estado de Conservação: Usado. Com Ligeiras Manchas Amareladas

Preço: 12€

Madame Bovary 14

Madame Bovary

Autor: Gustave Flaubert

Editora: Relógio d’Água

Nº Páginas: 372

Data: 1991

Estado de Conservação: Usado. Bom

Preço: 12€

Caminhar No Gelo

Autor: Werner Herzog

Editora: Tinta da China

Nº Páginas: 124

Data: 2011 (1ª edição)

Estado de Conservação: Capa e contracapa com manchas de água. Contracapa com pequena rasura.

Observações: Prefácio de Pedro Mexia

Preço: 5€

Caminhar No Gelo 17

O Tambor de Lata

Autor: Gunter Grass

Editora: Dom Quixote

Nº Páginas: 691

Data: 2009

Estado de Conservação: Usado

Observações: Esgotado no Editor. Prémio Nobel da Literatura 1999

Preço: 15€

O Tambor de Lata 18

O Sino da Islândia

Autor: Halldór Laxness

Editora: Cavalo de Ferro

Nº Páginas: 446

Data: 2012

Estado de Conservação: Usado

Observações: Tradução do Islandês por João Reis. Prémio Nobel da Literatura

Preço: 14€

O Sino da Islândia 19
O Túnel 21

O Túnel

Autor: Ernesto Sabato

Editora: Relógio d’Água

Data/Edição: s/d/1ª edição

Nºde Páginas: 170  págs.

Estado de Conservação: Usado, muito bom

Preço: 15€

Sinopse: “O Túnel” foi a primeira novela escrita pelo argentino Ernesto Sabato e que, conjuntamente com “Heróis e Túmulos” e “Abaddón, O Exterminador”, o tornaram um dos mais importantes escritores contemporâneos. “O Túnel” possui uma estrutura quase policial, tendo em Maria Iribarne uma personagem feita dessa alternância de luz e sombra que acaba por levar Juan Pablo Castel a assassiná-la, num processo em que ose seus actos são analisados até à exaustão. Livro sobre o amor, é também uma obra sobre a criação e o que nela pode haver de obsessivo na sua ânsia de exprimir a solidão para desse modo a ultrapassar. “Existiu uma pessoa que poderia entender-me; mas foi precisamente essa a pessoa que matei”, diz Juan Pablo que se apaixonara pela mulher que fora capaz de compreender um quadro seu e de que mais tarde não suportará o abandono que lhe devolve uma solidão ainda mais insuportável.”

A Criança Criminosa 23

A Criança Criminosa

Autor: Jean Genet

Editora: Hiena Editora

Data/Edição: 1988

Nºde Páginas: 91 págs.

Observações: Esgotado no editor; tradução de Aníbal Fernandes; com assinatura de posse

Estado de Conservação: Usado, bom

Preço: 15€

Sinopse: “Quando fiz vinte e um anos, obtive uma certidão de idade. A minha mãe chamava-se Gabrielle Genet. Continuo a ter pai desconhecido.” Em Jean Genet, o tiro de partida vem de uma pré-história feita de falsas piedades e branduras na Assistência Pública, de caridades praticadas num lar adoptivo, entre os camponeses do Morvan, de uma acusação fortuita de roubo mandada expiar (ele, com dez anos de idade) na instituição correccional de Mettray. Aí se formulou o santo, o comediante e o mártir do futuro ensaio de Sartre; toda uma álgebra revolucionária de valores que ao roubo, à traição e à pederastia aceitariam por virtudes teologais. (in Prefácio, Aníbal Fernandes)

Vida Nova 25

Vida Nova

Autor: Dante

Editora: Guimarães & C.ª Editores

Data/Edição: 1984

Nºde Páginas: 91 págs.

Estado de Conservação: Usado, com assinatura de posse

Preço: 7,50€

O Náufrago 29

O Náufrago

Autor: Thomas Bernhard

Editora: Relógio d’Água

Data/Edição: s/d

Nºde Páginas: 144 págs.

Observações: Edição antiga da Relógio d’Água

Estado de Conservação: Usado, muito bom

Preço: 15€

 

O Amor Louco 31

O Amor Louco

Autor: André Breton

Editora: Editorial Estampa

Data/Edição: 1987/2ªedição

Nºde Páginas: 156 págs.

Estado de Conservação: Usado. Tem assinatura de posse e uma transcrição na 1ª página. Alguns sublinhados a lápis.

Observações: Esgotado no editor. Tradução de Luiza Neto Jorge.

Preço: 12€

Sinopse: “A beleza convulsiva terá de ser erótico-velada, explodente-fixa, mágico-circunstancial, ou não será beleza.”

Na Patagónia 33

Na Patagónia

Autor: Bruce Chatwin

Editora: Quetzal

Data/Edição: 2004/7ªedição

Nºde Páginas:  286 págs.

Estado de Conservação: Usado

Preço: 7€

Sinopse: “Puro prazer – recheado de incidentes, histórias e acontecimentos inimagináveis, vem ao encontro do desejo de todos os verdadeiros viajantes: encontrar um lugar longínquo e pouco visitado…um livro invulgar e divertido.” Paul Theroux

Galardoado em 1978 com o “Hawthornden Prize” e, em 1979, com o “E.M. Forster Award”, da Academia Americana de Artes e Letras e considerado hoje um clássico da literatura de viagens.

Plano Nacional de Leitura LER+

O Canto Nómada 35

O Canto Nómada

Autor: Bruce Chatwin

Editora: Quetzal Editores, Lisboa

Data/Edição: 2000/2ªedição

Nºde Páginas: 358 págs.

Estado de Conservação: Usado, bom, encadernado com papel cebola.

Preço: 8€

Sinopse:

“Percorria incansavelmente o mato. Partir com um cantil de água e um pouco de comida para uma caminhada de cento e sessenta quilómetros ao longo dos Ranges era, para ele, uma coisa perfeitamente normal. A seguir, voltava para casa, corria as cortinas e tocava Buxtehude e Bach no cravo, ao abrigo do calor e da luminosidade. O movimento ordenado destes compositores, dizia, adaptava-se aos contornos da paisagem da Austrália Central.(…)

Foi nos tempos de mestre-escola que Arkady veio a tomar conhecimento do labirinto de caminhos invisíveis que percorrem todo o território australiano – itinerário conhecido dos Europeus pelo nome de “pistas de sonho”, ou “trilhos do canto”, e a que os Aborígenes chamam “pegadas dos antepassados” ou o “caminho da Lei.”